Portuguese English French Spanish
  • Lisboa

Mosteiro de Alcobaça

O Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça, também conhecido como Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça ou mais simplesmente como Mosteiro de Alcobaça, é a primeira obra plenamente gótica erguida em solo português. Foi começado em 1178 pelos monges de Cister e está classificado como Património da Humanidade pela UNESCO e como Monumento Nacional, desde 1910, IPPAR. Em 7 de Julho de 2007 foi eleito como uma das sete maravilhas de Portugal.

A Real Abadia de Santa Maria de Alcobaça, também referida como Real Abadia de Alcobaça ou simplesmente Abadia de Alcobaça localiza-se na sub-região do Oeste, em Portugal.

Constituiu-se em um vasto senhorio clerical com um território de quase 500 km², compreendido entre a serra dos Candeeiros e o oceano Atlântico, que abrangia os atuais concelhos da Nazaré, quase todo o de Alcobaça, assim como a parte norte do concelho de Caldas da Rainha, e tinha a sua sede no Mosteiro de Alcobaça. Foi formado por doação concedida por D. Afonso Henriques ao abade da Ordem de Cister, Bernardo de Claraval, em 1153, e mais tarde alargado por doação de Fernando I de Portugal no século XIV.

Ao longo de vários séculos, a abadia constituiu-se em importante centro espiritual do país, com autonomia governamental, e o seu abade era um dos mais altos conselheiros do rei. O mosteiro constitui-se, na atualidade, local de atração para os mais de 250.000 visitantes que o visitam anualmente.